Quando recorrer a uma Terapia Conjugal?

A intervenção terapêutica estará centrada no relacionamento amoroso, procurando:

  • Enriquecer os comportamentos positivos;
  • Enriquecer a capacidade comunicativa com o cônjuge;
  • Desenvolver habilidades de resolução nos conflitos do dia-a-dia;
  • Resolver divergências na educação dos filhos;
  • Mudar padrões de comportamentos que levam à discórdia conjugal;
  • Resolver situações associadas a ciúmes e traição;
  • Aliviar problemas relacionados com insatisfação sexual;
  • Reestruturar padrões de pensamentos disfuncionais e prejudiciais;
  • Procurar a diminuição progressiva dos conflitos destrutivos (discussões, intolerância e irritabilidade na relação);
  • Tentativa de salvar o relacionamento antes de haver uma decisão de separação do casal;
  • Avaliar crenças quanto ao relacionamento;
  • Resolução de situações associadas ao divórcio;

~ por psicologiananet em Março 19, 2008.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: